O meia brasileiro Eric de Oliveira, do Gaz Metan Mediaș, foi alvo de insultos racistas hoje pelo público presente no estádio Emil Alexandrescu, em Iași, na partida contra a CSM Politehnica Iași. O estopim foi aos 43′ do segundo tempo, quando Eric recebeu o segundo cartão amarelo por simulação e foi expulso. O brasileiro ainda participou de uma confusão em campo e deu um tapa no adversário Alexandru Răuță.

A torcida da CSM Politehnica Iași começou a fazer sons de corvo e a chamar Eric de “corvo”, um insulto racista na Romênia. O meia saiu indignado e respondeu aos torcedores adversários com gestos obscenos. De acordo com Eric, os insultos já haviam começado antes da confusão e do cartão vermelho.

“Os torcedores fizeram som de corvo. Em cada escanteio começavam a fazer estes sons. É isso, vou pra casa e vou ter que explicar aos meus filhos, que são romenos, o que significa “corvo”. Os romenos são tratados como são tratados por toda a Europa e não é legal. E ainda assim alguns se comportam como estes torcedores. Em nenhum estádio havia acontecido isto comigo”, reclamou Eric ao canal de TV DigiSport na zona mista.

As asneiras da rodada ficaram por conta do técnico da CSM Poli Iași, Eugen Neagoe, que quis desconversar sobre os atos de racismo. “Ele também não tinha que ter reagido assim. Tem que ver o que ele fez antes, mergulhou como se fosse pra uma piscina. Merecia o cartão naquele lance. Vamos focar nisso também”, declarou Neagoe na zona mista.

 

Eric de Oliveira é um dos principais jogadores estrangeiros que já atuaram em solo romeno. Saiu em 2007 do Metropolitano-SC rumo ao Gaz Metan, onde se tornou um dos principais ídolos do clube. Suas atuações fizeram com que houvesse até mesmo pedidos para sua convocação à seleção romena. Em 2011, o meia deixou a Romênia rumo ao Karpaty Lviv, da Ucrânia, mas retornou na temporada seguinte ao Gaz Metan.

Após outra boa temporada no time de Mediaș, chegou ao Pandurii Târgu Jiu, que era uma das principais equipes do país naquele momento e disputaria a Liga Europa. Um dos seus momentos mais marcantes foi um gol de bicicleta contra a Fiorentina, na fase de grupos da competição. Eric chegou a ser especulado em equipes maiores do país, mas em janeiro de 2014 foi para o Al Ahli, da Arábia Saudita. Retornou ao Pandurii em janeiro de 2015, mas logo saiu rumo ao Matsumoto Yamaga, da segunda divisão japonesa. Também teve uma passagem de seis meses pelo Najran da Arábia Saudita, até retornar ao seu querido Gaz Metan em julho do ano passado.

Hoje aos 31 anos, Eric de Oliveira acumula 145 jogos, 34 gols e 32 assistências pelo Gaz Metan.

A partida entre CSM Politehnica Iași e Gaz Metan Mediaș era válida pela 11ª rodada do play-out da Liga I e terminou em 1×0 para o time da casa. O Gaz Metan está em 2º lugar, quatro pontos atras da CSM Poli Iași. Os clubes não correm risco de rebaixamento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s