Târgu Mures conquista a Supercopa vencendo o Steaua/FCSB pela terceira vez em menos de um ano

Târgu Mures se vinga do Steaua/FCSB e é campeã da Supercopa da Romênia (Foto: ProSport)
Târgu Mures se vinga do Steaua/FCSB e é campeã da Supercopa da Romênia (Foto: ProSport)
Cojocaru não consegue evitar o gol de Axente (foto: ProSport)
Cojocaru não consegue evitar o gol de Axente (foto: ProSport)

No único jogo com Dan Petrescu no comando, o Târgu Mures venceu o Steaua/FCSB por 1×0 em Constanta e conquistou a Supercopa da Romênia, o primeiro grande título da história do clube fundado em 2004. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Mircea Axente, aos 18 minutos da segunda etapa. Apesar de ter perdido o título da Liga I, o Târgu Mures venceu o seu adversário pela terceira vez consecutiva em menos de um ano: 1×0 em casa pela 12ª rodada da Liga I em 26 de outubro de 2014, 1×0 fora pela 29ª rodada em 29 de abril e agora, 1×0 em campo neutro pela Supercopa.

Estreando um novo uniforme, que foge do padrão listrado, o FCSB fez um primeiro tempo extremamente fraco, apesar de ter começado tomando a iniciativa e se aproveitando dos erros iniciais de Pablo Brandán. O ex-capitão do CS Universitatea Craiova jogou improvisado na lateral, quando é volante de ofício. O Târgu Mures também chegava, mais sem criar situações perigosas ao adversário.

A segunda etapa teve um Târgu Mures mais ligado no jogo. Logo no primeiro minuto, o senegalês Ousmane N’Doye chutou forte e rasteiro de fora da área, passando perto do gol de Cojocaru. Aos três, Chipciu cobrou muito bem uma falta e o goleiro do Târgu Mures, Eduard Stancioiu, teve que se virar para fazer uma ótima defesa e mandar para escanteio.

N'Doye (dir.) não perde para o Steaua há sete anos (foto: ProSport)
N’Doye (dir.) não perde para o Steaua há sete anos (foto: ProSport)

Aos 12 minutos, o Târgu Mures teve uma fantástica chance. Outro ex-jogador do CS U Craiova, Dacian Varga, fez boa jogada pela direita e cruzou. O holandês Romario (sim, Romario) Kertzorg ainda conseguiu completar, quase caindo. A bola quicou no chão e Cojocaru salvou o FCSB daquela vez, mas não conseguiria repetir a defesa seis minutos depois. Chipciu perdeu a bola no meio-campo para o lateral direito polonês Pawel Golanski, que jogou no Steaua de 2007 a 2010. Ele carregou a bola e da intermediária fez um belo lançamento para a grande área. Axente foi oportunista para finalizar e marcar o gol da vitória do Târgu Mures e do primeiro título importante do clube, que também já venceu a Liga II em 2009-10.

O Steaua/FCSB estreia na Champions League na próxima quarta-feira, contra o Trencin, da Eslováquia, fora de casa. No sábado enfrenta o Petrolul Ploiesti na Arena Nationala, pela primeira rodada da Liga I. E no domingo, o Târgu Mures recebe o Dinamo.

Petrescu deixa o Târgu Mures com um jogo, uma vitória, um título, um gol marcado e nenhum sofrido (foto: ProSport)
Petrescu deixa o Târgu Mures com um jogo, uma vitória, um título, um gol marcado e nenhum sofrido (foto: ProSport)

Depois desta vitória, o técnico Dan Petrescu se despede do Târgu Mures. Com as contas do clube bloqueadas para investigações sobre financiamento ilegal, a diretoria teve que cortar provisoriamente parte dos salários de jogadores e comissão técnica. Assim, Petrescu deixa o Târgu Mures ao aceitar uma proposta milionária do Jiangsu Sainty, da China. Quem assume seu lugar é Vasile Miriuta, que estava no Gyor, da Hungria.

Esta é a primeira vez em que a Supercopa, realizada desde 1994, é disputada mesmo com um único clube vencendo a Liga I e a Copa da Romênia. Em 1996 e 1997, o Steaua havia conquistado os dois títulos e não houve disputa. Em 2000 e 2004, foi a vez do Dinamo. E em 2008, o CFR Cluj. Mas desta vez, o Steaua/FCSB conquistou liga e copa, mas disputou uma Supercopa com o vice-campeão romeno.

FCSB 0x1 Târgu Mures – Estádio Farul, Constanta, distrito de Constanta, Dobrogea, Romênia
Quarta-feira, 8 de julho de 2015
Supercopa da Romênia
Público: Aprox. 15 mil

FCSB: Cojocaru – Toşca, Varela, Tamaş, Râpă; Sulley Muniru (Mihalcea 29′-2ºt), Neagu (Tahar 23′-2ºt), Chipciu, Stanciu, Iancu (Grădinaru-int); Tudorie
Técnico: Mirel Radoi

Târgu Mures: Stăncioiu; Golanski (Hanca 38′-2ºt) , Constantin, Bejan, Brandan; Gorobsov, N’Doye, Mureşan; Varga (Luis Pedro 16′-2ºt), Romario Kortzog (Manolov 47′-2ºt) e Axente
Técnico: Dan Petrescu

Gol: Mircea Axente (18′-2ºt)

Trio de arbitragem: Radu Petrescu (Bucareste), auxiliado por Sebastian Eugen Gheorghe (Suceava) e Ovidiu Artene (Vaslui)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s