FCSB joga mal, mas conquista o 26º título da Liga I após derrota de virada do Târgu Mures

Festa do FCSB em Iasi: O time chega ao 26º título da Liga I, e fica a dez de distância do Dinamo (foto: GSP.ro)
Festa do FCSB em Iasi: O time chega ao 26º título da Liga I, e fica a dez de distância do Dinamo (foto: GSP.ro)

O FCSB (para todos os efeitos, Steaua Bucareste) foi campeão romeno pela 26ª vez, a terceira consecutiva, após empatar sem gols com o CSMS Iasi no Estádio Emil Alexandrescu. Jogando mal, o título também se deve ao demérito do Târgu Mures, que tinha o troféu na mão em casa até os 22 minutos do segundo tempo, quando o Otelul empatou em 1×1 e depois virou no último lance do jogo. Este é o segundo título em 2015 do FCSB , que conquistou há uma semana a Copa da Liga sobre o Pandurii Târgu Jiu.

Ianis Zicu, desolado após a perda do título (foto: GSP)
Ianis Zicu, desolado após a perda do título (foto: GSP)

Com os estádios Emil Alexandrescu e  Trans-Sil totalmente lotados, CSMS Iasi x FCSB e Otelul Galati x Târgu Mures eram as partidas que definiam o que faltava: o título. Os stelistii haviam ultrapassado os muresenii em dois pontos na penúltima rodada, precisavam assegurar o 26º título de alguma forma. Se o Târgu Mures vencesse contra o Otelul, era necessário que o FCSB também vencesse, já que os vice-líderes tinham a vantagem do primeiro critério de desempate, o confronto direto. Se o Târgu Mures não ganhasse do Otelul, o FCSB poderia até perder.

No Estádio Trans-Sil, como o Târgu Mures jogaria com seu uniforme titular (vermelho e azul), o Otelul precisaria jogar com um uniforme de cores diferentes, mas o seu titular é vermelho, e o seu reserva é azul. Assim, cogitou-se que a equipe jogasse com uniformes brancos do próprio Târgu Mures (inclusive com o patrocínio da Prefeitura de Târgu Mures na camisa) para evitar confusão. Mas no último momento, os visitantes jogaram mesmo de azul.

Târgu Mures ficou até os 23 minutos do segundo tempo na ponta da tabela, mas caiu para o vice-lanterna Otelul (foto: GSP)
Târgu Mures ficou até os 23 minutos do segundo tempo na ponta da tabela, mas caiu para o vice-lanterna Otelul (foto: GSP)

Precisando do resultado e dominando a partida desde o início contra um vice-lanterna já rebaixado, o Târgu Mures teve um pênalti a favor, após o meia Claudiu Bumba ter sofrido um carrinho infantil do lateral esquerdo Solomou, aos 38 minutos de jogo. Gabriel Muresan cobrou forte no canto direito do goleiro e abriu o placar, marcando o que estava sendo até ali o gol do primeiro título do clube. O Otelul só chegava com o veterano Florin Cernat. Num dos lances, o meia mandou direto do meio de campo e quase fez um golaço, logo ao cobrar a saída após o gol de Muresan.

Becali e Adi Popa comemoram: o emocionante jogo do título foi, na verdade, em Târgu Mures (foto: GSP.ro)
Becali e Adi Popa comemoram: o emocionante jogo do título foi, na verdade, em Târgu Mures (foto: GSP.ro)

Enquanto isso, o placar seguia zerado em Iasi e o FCSB estava caindo para o segundo lugar, jogando mal e perdendo algumas chances contra o CSMS. Uma delas de Adi Popa, que conseguiu perder com o gol aberto.

Aos 23 minutos da segunda etapa, Muresan cometeu falta na intermediária direita do ataque do Otelul. Cernat fez o levantamento, Stancioiu saiu mal do gol e Tudorie cabeceou quase sem ângulo para empatar, para a alegria dos stelistii em Iasi.

Com o empate, o título voltava para o FCSB, que não conseguia marcar contra o CSMS Iasi. O Târgu Mures se mandou para o ataque e passou a pressionar o Otelul. Começava o desperdício de chances, que foi punido aos 50 minutos do segundo tempo, no último lance do jogo. O português Rúben Brígido recebeu um pelo lançamento, sozinho no campo de ataque. Ainda deu tempo para driblar o desesperado Stancioiu e passar para Helder Tavares marcar o gol do título do FCSB, que já tinha seu jogo encerrado em 0x0 e só esperava pelo apito final na Transilvânia. Justo na partida que decidia o título, o Târgu Mures sofreu a sua primeira derrota na Liga I dentro do Trans-Sil, e logo na última rodada. “A alegria pelo segundo lugar ficou ofuscada por este sentimento de que poderíamos ter ido além”, desabafou à imprensa romena o técnico do Târgu Mures, Liviu Ciobotariu.

Gâlca: dois títulos em duas semanas. O terceiro pode vir no domingo, na Copa da Romênia, contra o Universitatea Cluj (foto: Alex Nicodim/GSP)
Gâlca: dois títulos em duas semanas. O terceiro pode vir no domingo, na Copa da Romênia, contra o Universitatea Cluj (foto: Alex Nicodim/GSP)

O CSMS Iasi fez a parte do Târgu Mures, segurando o FCSB e contando com a sorte. O time visitante no Emil Alexandrescu perdeu diversas chances, a mais clara delas aos 12 do primeiro tempo, quando Adi Popa chegou a driblar Coparco e finalizou no travessão. O terceiro goleiro do CSMS Iasi foi o nome do jogo, salvando o time do técnico Nicolò Napoli em diversos lances.

Ciuca duela com Adi Popa, um dos principais jogadores do FCSB (foto: Alex Nicodim/GSP)
Ciuca duela com Adi Popa, um dos principais jogadores do FCSB (foto: Alex Nicodim/GSP)

CSMS Iasi 0x0 FCSBEstádio Emil Alexandrescu, Iasi, distrito de Iasi, Moldávia
Quinta-feira, 28 de maio de 2015
34ª rodada da Liga I

CSMS Iasi: Caparco; Tiganasu, Plamada, Ciuca, Mihalache; Mitic, Enescu, Bosoi, Cretu, Ciucur; Golubovic
Técnico: Nicolò Napoli

FCSB: Nita; Tosca (Latovlevici 9′-2ºt), Varela, Tamas, Rapa (Iancu 25′-2ºt); Neagu, Breeveld, Chipciu, Stanciu, Popa; Tucudean (Rusescu-int)
Técnico: Constantin Gâlca

Trio de arbitragem: Cristian Balaj (Baia Mare), auxiliado por Ovidiu Artene (Vaslui) e Marius Marchidanu (Braila)

Târgu Mures 1×2 Otelul GalatiEstádio Trans-Sil, Târgu Mures, distrito de Mures, Transilvânia
Quinta-feira, 28 de maio de 2015
34ª rodada da Liga I

Târgu Mures: Stancioiu; Ilie, Constantin, Bejan, Hanca (N’Doye 36′-2ºt); Gorobsov, Muresan, Bumba, Voiculet, Zicu (Goga 24′-2ºt); Manolov (Axente 22′-1ºt)
Técnico: Liviu Ciobotariu

Otelul Galati: Abraham; Solomou (Gradinaru-int), Miron, Sissoko, Popescu; Helder Tavares, Cucu (Tatar 34′-2ºt), Rúben Brígido; Tudorie (Stoian 45′-2ºt), Cernat e Iorga
Técnico: Florin Marin

Gols: Gabriel Muresan (39′-1ºt), Alexandru Tudorie (23′-2ºt), Helder Tavares (49′-2ºt)

Trio de arbitragem: Marcel Bîrsan (Bucareste), auxiliado por Vladimir Urzica (Piatra Neamt) e Mircea Orbulet (Bucareste)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s