Com os dois últimos títulos da Liga I sendo decididos com rodadas de antecedência, a reta final da competição tinha um foco mais na zona de rebaixamento. E apesar de em 2014-15 FCSB e Târgu Mures ficarem ponto a ponto na briga pelo troféu e pela vaga na Champions League, a ponta de baixo da tabela continua com bastante emoção. Muito disso se deve ao excesso de clubes a serem rebaixados (seis dos 18, sobem apenas dois da Liga II sobem à elite, que em 2015-16 terá 14 times).

Otelul Galati e Ceahlaul Piatra Neamt já estão rebaixados para a Liga II. Faltando três rodadas para o fim da temporada na elite do futebol romeno, Pandurii, Concordia, Gaz Metan, Rapid, Brasov, U Cluj e CFR Cluj lutam para terminarem o campeonato em uma das quatro vagas restantes para a segunda divisão de 2015-16. Até 30 de maio, quando acaba a Liga I, serão realizados confrontos diretos entre alguns destes times e a cada rodada poderemos conhecer um novo participante da Liga II.

Ao fim da 31 rodada, a classificação é a seguinte:

tabela

E o calendário de cada um:

info.fw

A diferença entre o Gaz Metan, último clube fora da zona de rebaixamento, e o Universitatea Cluj, 15º colocado, é de apenas três pontos. O U Cluj, que no próximo dia 31 enfrenta o FCSB na final da Copa da Romênia, é dono do calendário mais tranquilo (ou menos conturbado), tendo nas duas últimas rodadas as equipes que já estão com passaporte carimbado para a segunda divisão. Além disso, não tem confrontos diretos pela frente, enquanto a equipe de Medias tem dois (Concordia e Brasov). O próprio Concordia está a apenas dois pontos do Z-6. O Pandurii, que no dia 20 enfrenta o FCSB na final da Copa da Liga, corre bem menos riscos que os demais, a cinco pontos da zona da degola.

O Brasov enfrenta um FCSB mordido, que precisa se reafirmar para conquistar um título que pensava que estar ganho. É o confronto mais complicado da 32ª rodada. O Rapid, por sua vez, está sob o comando do italiano Cristiano Bergodi e escala o Z-6 rumo à salvação. Enfrenta em casa um CS U Craiova cansado e com jejum de vitórias, e depois, um CFR Cluj que poderá já não ter mais nada a fazer.

Aliás, o CFR Cluj, um dos clubes com mais presenças nas competições da UEFA nos últimos anos, é um caso que pode mudar todas as previsões. O clube foi punido com a perda de 24 pontos por acúmulo de dívidas com ex-jogadores do clube. Ainda que seja remota, há a chance de os ceferistii conseguirem o recurso junto ao Tribunal Arbitral do Esporte, em Lausanne, an Suíça, para recuperar os pontos. Enquanto isto não acontece, as previsões são simples para a 32ª rodada:

Se vencer: segue com chance de se salvar
Se empatar: Gaz Metan ou Rapid não podem vencer para continuar na briga
Se perder: está rebaixado

A briga pelo rebaixamento é apenas uma das atrações da reta final da Liga I. Também há a luta pelo título com FCSB e Târgu Mures e pela última vaga restante na Liga Europa, com Botosani, CSMS Iasi e Viitorul.  O Craiovano traz, amanhã os panoramas destas guerras particulares, que fazem de 2014-15 uma temporada emocionante, ainda que nivelada por muito baixo tecnicamente.

Pitaco d’O Craiovano: Levando em consideração que o CFR Cluj não recupere os 24 pontos perdidos, caem Gaz Metan, Brasov, Universitatea Cluj e CFR Cluj. O Rapid, embalado pelo técnico Cristiano Bergodi, se salva. O Universitatea Cluj não demonstra ter um time que garanta duas vitórias nas três partidas, passa por uma grave crise financeira e não deve escapar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s