FCSB empata no último minuto e leva vantagem contra o Petrolul na Copa

Tanase e Chipciu comemoram o gol no apagar das luzes (foto: ProSport)
Tanase e Chipciu comemoram o gol no apagar das luzes (foto: ProSport)

O Petrolul Ploiesti deixou a vitória sobre o FCSB escapar no primeiro jogo das semifinais da Copa da Romênia, em casa, aos 49 do segundo tempo, e empatou em 1×1. Com o gol de empate marcado por Chipciu, o FCSB deu fim a um jejum de 270 minutos sem marcar. O jogo de volta será em 2 de abril, em Bucareste, com o FCSB se tornando favorito com a vantagem do 0x0.

Em suas partidas disputadas oficialmente em 2015, o FCSB venceu apenas uma (3×0 sobre o Astra, na Copa da Liga), perdendo para o Rapid por 1×0 no Ghencea e empatando sem gols com o CS U Craiova e, atuações muito fracas nas duas últimas. Mesmo após ter marcado um gol após mais de 270 minutos de jejum, o futebol do time de Constantn Gâlca ficou abaixo do que se esperava.

O jogo começou morno, e o Petrolul começou a ter o controle de jogo, com ataques pela direita com o lateral haitiano Alcénat e o meia Marinescu. Aos 23 minutos, o recém-chegado atacante Tchité, de Burundi, abriu o placar.

Sem conseguir passar pela defesa e sentindo muito a falta de Sânmartean no meio-campo, o FCSB foi só podia chegar arriscando de fora da área. No final do primeiro tempo, Tchité reclamou de um toque de mão claro do lateral esquerdo Alin Tosca, no qual poderia ser marcado pênalti, mas não assinalado pelo árbitro Adrian Comanescu.

No intervalo, Gâlca tirou Tucudean, apático no jogo, para colocar Rusescu e melhorar a finalização, mas ainda assim, quem controlava a partida era o Petrolul, que perdeu a chance de ampliar com Filipe Teixeira. Após receber belo passe de Vasilache, o português mandou uma bomba defendida por Arlauskis – que voltou de afastamento do elenco – no reflexo, e a bola bateu na trave na sequência.

O goleiro luso-brasileiro Peçanha só foi se incomodar aos 27 do segundo tempo, quando Chipciu mandou a bola na trave e Rusescu completou no rebote, mas para fora. Sem desistir, o gol saiu justo no último lance do jogo. Râpa recebeu pós recuperação de Adrian Popa e mandou para a área. O volante Prepelita, que havia se mandado para o ataque, desviou de cabeça e deixou Chipciu cara a cara com Peçanha para empatar.

Tchité comemora o primeiro gol do jogo: o Burundinês vestiu a 10 deixada por Mutu no fim do ano passado (foto: ProSport
Tchité comemora o primeiro gol do jogo: o Burundinês vestiu a 10 deixada por Mutu no fim do ano passado (foto: ProSport

 

Petrolul Ploiesti 1×1 FCSB – Estádio Ilie Oana, Ploiesti, distrito de Prahova, Muntênia, Romênia
Quinta-feira, 5 de março de 2015
Jogo de ida das semifinais da Copa da Romênia
Público: Aprox. 10 mil

Petrolul Ploiesti: Peçanha; Alcénat, Geraldo, Ipsa, Fanchone; Marinescu, Vasilache (Coman 25′-2ºt), Satli; Astafei, Tchité (Peteleu 24′-2ºt) e Teixeira (Mareş 45′-2ºt)
Técnico: Mircea Rednic

FCSB: Arlauskis; Râpă, Papp (Tamaş 13′-2ºt), Varela, Toşca; Prepeliţă, Bourceanu (Neagu 29′-2ºt), Popa, Chipciu, Tănase; Ţucudean (Rusescu-int)
Técnico: Constantin Gâlcă

Trio de arbitragem: Adrian Comanescu (Râmnicu Vâlcea), auxiliado por Octavian Sovre (Oradea) e Vasile Marinescu (Bucareste)

Gols: Mohamed Tchité (23′-1ºt) / Alexandru Chipciu (49′-2ºt)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s