Zé Maria segue sem vencer no Ceahlaul, e a última vitória dos Ursos dos Cárpatos foi em agosto

Ceahlaul comemora gol de Achim na vitória da equipe sobre o Steaua, em 22 de agosto: Desde então, só mais um jogo ganho (foto: Bogdan Iordache/Mediafax)
Ceahlaul comemora gol de Achim na vitória da equipe sobre o Steaua, em 22 de agosto: Desde então, só mais um jogo ganho (foto: Bogdan Iordache/Mediafax)

Após a derrota de ontem do Ceahlaul para o Târgu Mures por 3×0, o primeiro técnico brasileiro na Romênia, Zé Maria, que substituiu Florin Marin no começo do ano, acumulou seu segundo jogo sem vitória e o time, o 13º jogo seguido sem vitória. Os Nemtenii não só não conseguem vencer partidas, mas também não consegue marcar gols, chegando a cinco jogos (mais de 450 minutos) sem marcar gols. A última vez que o Ceahlaul ganhou uma partida foi na sexta rodada, em casa, por 2×0 sobre o Concordia, em 29 de agosto.

Zé Maria chegou para salvar o Ceahlaul, mas o time não marcou nenhum gol nos primeiros dois jogos sob o seu comando (foto: Gazeta Sporturilor)
Zé Maria chegou para salvar o Ceahlaul, mas o time não marcou nenhum gol nos primeiros dois jogos sob o seu comando (foto: Gazeta Sporturilor)

O último gol da equipe da região da Moldávia também foi marcado só no ano passado. Catalin Stefanescu marcou aos 49 minutos do segundo tempo o gol de empate contra o Rapid, no Giulesti, em 10 de novembro. Zé Maria, que só esteve no comando do time em dois dos 19 jogos do time, treina a equipe que tem atualmente o terceiro pior ataque da Liga I: são apenas 14 gols marcados, ganhando apenas do Otelul, que marcou sete, e do Rapid, que marcou oito.

Mas se o ataque não é o pior, a defesa é, de longe. Já são 35 gols sofridos, uma média de quase dois gols por jogo. A segunda defesa mais vazada é a do Brasov, com cinco gols a menos. Além disso, o time tem o recorde negativo de pior derrota em casa nesta edição da Liga I: 0x6 contra o Universitatea Cluj, que ocupa atualmente a zona de rebaixamento e marcou quase um terço dos seus gols até agora (tem 21 no total) neste jogo.

Todas as três vitórias do Ceahlaul, que perdeu dez dos seus 19 jogos, foram conquistadas nas seis primeiras rodadas da competição, sobre o comando de Florin Marin: 1×0 sobre o Pandurii fora, na 3ª, 1×0 fora sobre o favoritíssimo ao título FCSB (em uma das três únicas derrotas dos ros-albastrii até agora) na 5ª e 2×0 em casa sobre o Concordia, na 6ª.

Não que os maus resultados nos últimos dois jogos sejam de total responsabilidade do novo técnico brasileiro. O Ceahlaul sofreu baixas importantes ao longo da temporada: O meia Andrei Pavel, o lateral-direito Andrei Dumitras (principal contratação do meio da temporada para o CS U Craiova) e o zagueiro Andrei Marc (que foi para o Dinamo), além do meia argentino Lucas García, desfalcaram o time em transferências. E o desfalque principal é o meia Vlad Achim, que marcou quatro dos 14 gols do time na Liga I e teve que passar por uma cirurgia de ligamento cruzado do joelho direito após lesão sofrida em 21 de setembro, contra o Brasov, pela 8ª rodada. Com retorno previsto só para o fim do mês, ele chegou a ser convocado para a Nationala no ano passado, quando o técnico era Victor Piturca.

O Ceahlaul também está sob nova direção desde o final do ano passado. Foi comprado pelo empresário italiano Angelo Massone, que trouxe Zé Maria e anunciou logo ao assumir o clube que o objetivo é se livrar do rebaixamento e, a partir e 2015-16, lutar pelas vagas na Liga Europa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s