Ranking Craiovano #16: Târgu Mures (1964)

Jogadores do ASA Târgu Mures recebem a medalha de vice-campeões da Copa Balcânica
Jogadores do ASA Târgu Mures recebem a medalha de vice-campeões da Copa Balcânica

A quinta equipe apresentada no Ranking Craiovano, para variar, não existe mais. Já é 25% dos clubes mais tradicionais da Romênia pós-2ª Guerra extintos. O 16º colocado é o ASA Târgu Mures, mas não o time que hoje é a sensação da Liga I e ocupa o quarto lugar. Aquele foi fundado nos anos 2000 e assumidamente nada tem a ver com o clube antigo. Este é um homônimo fundado bem antes, em 1964, pelo exército romeno (Asociatia Sportiva a Armatei – Associação Esportiva do Exército) na cidade de Târgu Mures, na Transilvânia, bem no centro do país. É uma região que por muito tempo esteve sob domínio húngaro, e até hoje há uma população húngara e influências dos vizinhos.

Sem títulos de expressão, o Târgu Mures venceu quatro edições da Liga II, e em 1974-75, chegou a ser vice-campeão romeno, atrás apenas do Dinamo Bucareste. A verdade é que o time foi muito forte nos anos 70, figurando entre os primeiros colocados na elite do futebol romeno. Em 1975-76, o ASA ficou em terceiro e em 1976-77, em quarto. Assim, teve três participações na Copa da UEFA, em 1975-76, 1976-77 e 1977-78, mas nunca passou da primeira fase.

Bölöni é a grande estrela da história do futebol de Târgu Mures
Bölöni é a grande estrela da história do futebol de Târgu Mures

Por outro lado, o Târgu Mures chegou a final da Copa Balcânica, competição entre clubes da Albânia, Iugoslávia, Bulgária, Grécia, Romênia e Turquia que foi disputada de 1960 a 1994, mas que nunca foi levada muito a sério. Na final, os romenos perderam para o Lokomotiv Sofia, da Bulgária. No primeiro jogo, 1×1 em Târgu Mures, e no segundo, 2×0 para o Lokomotiv.

A falta de patrocínio e o desinteresse das autoridades locais fazia com que ao final dos anos 90 e no começo dos anos 2000, o único jeito do clube para se manter era vendendo seus principais jogadores, formados numa categoria de base bem estruturada. Em 2005, o ASA Târgu Mures se extinguiu, após conquistar o acesso da terceira para a segunda divisão ao final da temporada 2004-05. Em 2008, seria fundado o FCM Târgu Mures que em 2013 mudou suas cores para o vermelho e azul e o nome para ASA Târgu Mures, mas assumidamente sem ligação nenhuma com o time original.

Principais jogadores
O grande jogador da história do ASA Târgu Mures foi Ladislau Bölöni, que integrou a equipe de 1970 a 1984, participando dos melhores momentos da história do clube. Bölöni encerrou sua carreira no futebol francês, onde iniciou a carreira de treinador e chegou a comandar o Nancy de 1992 a 2000.
Quem merece destaque também é Florea Ispir. O ex-zagueiro jogou no ASA de 1970 a 1988, disputando 485 partidas e se tornando o segundo jogador com mais jogos na primeira divisão romena.

Asociatia Sportiva a Armatei Târgu Mures276px-ASA_Targu_Mures.svg_

Fundação: 1964
Extinção: 2005
Estádio: Trans-Sil (8.800 lugares)
Títulos: 4 Liga II (1966–67, 1970–71, 1986–87, 1990–91)
Outros desempenhos marcantes:
2º lugar na Liga I (1974-75)
3º lugar na Liga I (1975-76)
2º lugar na Copa Balcânica (1973)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s