Laban, Budescu, William de Amorim, Ben Youssef e Júnior Morais comemoram o gol da vitória com as poucas dezenas de torcedores do Astra no Gerland
Laban, Budescu, William de Amorim, Ben Youssef e Júnior Morais comemoram o gol da vitória com as poucas dezenas de torcedores do Astra no Gerland (lefigaro.ro)

Após conquistar os dois grandes títulos de sua história neste ano com a Copa e a Supercopa sobre o Steaua, o Astra Giurgiu segue obtendo resultados históricos, e desta vez a vítima foi o Olympique Lyonnais. No Stade de Gerland, em Lyon, o Astra encarnou o Universitatea Craiova e o Steaua Bucareste dos anos 80 e venceu por 2×1 de virada, com uma grande atuação do atacante nigeriano Kehinde Fatai e do meia Constantin Budescu. Foi a primeira vitória de um clube romeno em solo francês nas competições oficiais europeias.

O Lyon começou buscando a iniciativa no jogo para acuar os romenos. A primeira boa chance veio aos 15 minutos. Lacazzette recebeu na entrada da área, girou e bateu alto no canto esquerdo de Silviu Lung Jr, que fez uma grande defesa. mas o Astra queria jogo, e estava no Gerland para vencer. A resposta veio um minuto depois em contra-ataque com Fatai, recebendo bom passe de Enache e arriscando de fora da área. A bola passou por cima do gol de Lopes.

Fatai foi um dos herois na vitória histórica do Astra sobre o Lyonh (foto: olweb.fr)
Fatai foi um dos herois na vitória histórica do Astra sobre o Lyonh (foto: leprogres.fr)

Aos 25 minutos do primeiro tempo, os donos da casa abriram o placar em bonita jogada pelo lado direito. Yattara passou de calcanhar para Jallet, que cruzou para Lacazzette completar de primeira na entrada da área, no contrapé de Lung Jr. Com o gfol sofrido, o Astra se mandou para o ataque e aos 28, Fatai dominou já driblando o zagueiro Rose e cruzou da esquerda visando Budescu, mas no último segundo, Tolisso interceptou de carrinho para escanteio.

O primeiro tempo da partida que acabou com 12 finalizações dos anfitriões e 11 dos visitantes foi encerrado com o placar em 1×0 para o Lyon. No intervalo, Daniel Isaila tirou o volante japonês Seto Takayuki e colocou o ponta-esquerda brasileiro William de Amorim. E deu certo. Logo aos três minutos, Laban lançou Budescu em profundidade e o capitão do Astra chutou cruzado e rasteiro, passando muito perto do gol. Aos nove, Enache arrancou pela ponta direita e cruzou, mas a bola passou por Budescu e Fatai. Na sequência, William de Amorim recuperou a bola do outro lado e rolou para Júnior Morais. O lateral-esquerdo chutou em cima de Lopes e a bola foi pra escanteio.

Júnior Morais disputa a bola com Malbranque (foto: olweb.fr)
Júnior Morais disputa a bola com Malbranque (foto: leprogres.fr)

Marcando o Lyon no campo de defesa do adversário, o segundo tempo parecia estar acontecendo no Marin Anastasovici. E de tanto martelar, o empate saiu, aos 25 minutos da segunda etapa. Ben Youssef fez lindo lançamento na direita para Enache, que livre de marcação, passou para Fatai, o fatal, completar para o gol. E a virada poderia der vindo dois minutos depois. O Lyon avançou a marcação e deixou o campo de defesa livre. Assim, Budescu lançou Fatai, que ganhou de Koné na corrida mas no último minuto foi travado pelo zagueiro do time da casa.

Totalmente dominado, o Lyon passava a deixar espaços, e o Astra conseguia trocar passes dentro da área. Desesperado, o time do técnico Hubert Fournier ainda teve um jogador expulso aos 32 minutos. Rose levou o segundo amarelo após uma entrada dura em Budescu. No minuto seguinte, William de Amorim, que havia entrado no intervalo, foi derrubado por Grenier. O capitão e camisa 10 Constantin Budescu cobrou no canto direito de Lopes e correu pro abraço para fechar o placar. No finalizinho do jogo, o Lyon ainda se jogou pro ataque e Kone conseguiu receber cruzamento e cabecear no travessão de Lung Jr. E aos 48 do segundo tempo, Grenier cobrou falta perigosa, mas o goleiro revelado no FC Universitatea Craiova estava atento para fazer uma boa defesa e impedir o empate. Vitória inconstestável e histórica do Astra Giurgiu.

Astra e Lyon voltam a se enfrentar no dia 28, no Marin Anastasovici, em Giurgiu.

Diferente da equipe de Giurgiu, o Petrolul Ploiesti foi derrotado em casa ontem pelo Dinamo Zagreb, da Croácia, por 3×1, e se distanciou da vaga para a fase de grupos da Liga Europa. Na terça-feira, o Steaua Bucareste recebeu o Ludogorets, da Bulgária, e venceu por 1×0.

Lyon 1×2 Astra GiurgiuStade de Gerland, Lyon, Departamento de Rhône, Rhône-Alpes, França.
Quinta-feira, 21 de agosto de 2014
Jogo de ida Play-offs da Liga Europa

Lyon: Lopes; Jallet, Kone, Rose, Ferri; Tolisso, Malbranque (Grenier 31′-2ºt), Gonalons, Bahouli (Mvuemba 23′-2ºt); Lacazzette e Yattara (Ghezzal 36′-2ºt)
Técnico: Hubert Fournier

Astra Giurgiu: Lung Jr; Pliatsikas, Ben Youssef, Oros, Júnior Morais; Yahaya, Takayuki (William de Amorim-int), Enache, Laban (Rus 41′-2ºt), Budescu; Fatai (Bukari 37′-2ºt)
Técnico: Daniel Isaila

Trio de arbitragem: Carlos Gómez (Espanha), auxiliado por Javier Rodriguez (Espanha) e Luiz Martinez (Espanha)

Gols: Steed Malbranque (26′-1ºt), Kehinde Fatai (27′-2ºt) e Constantin Budescu (36′-2ºt)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s