O Concordia se reformulou todo para 2014-15 (foto: Gazeta Sporturilor)
O Concordia se reformulou todo para 2014-15 (foto: Gazeta Sporturilor)

O Concordia Chiajna disputou a Liga I na temporada passada após ter passado por um grande transtorno na justiça desportiva internacional com o Rapid Bucareste. A equipe da capital passava pela grave crise financeira em que ainda se encontra e, apesar de ter acabado a Liga I em 8º lugar, não tinha dinheiro suficiente para receber a licença financeira necessária para disputar o campeonato na temporada seguinte. Assim, acabou sendo rebaixado e o Concordia, que havia terminado em 15º, ficou (situação praticamente idêntica à da temporada passada que rebaixou o Vaslui e salvou o Brasov). O caso foi levado ao TAS e foi feito até um confronto de ida e volta entre Rapid e Concordia imposto pela FRF para decidir quem continuaria na primeira divisão. O Rapid venceu a partida, realizada em 13 de julho de 2013, vencendo por 2×1 no Estádio Dinamo (do Dinamo Bucareste). O TAS validou o jogo, o Rapid se manteve na elite e ainda disputaria as duas primeiras rodadas da Liga I 2013-14, mas em 2 de agosto, o recurso do Concordia foi aprovado no TAS a situação foi revertida, rebaixando o time de Bucareste.

Passada a novela, a equipe verde-amarela terminou a temporada na 14ª posição, com uma equipe bastante limitada. Para 2014-15, foi feita uma mudança total. São 14 novos jogadores, e contando com quatro que retornam de empréstimo, o Concordia tem 18 atletas que não estavam na equipe na temporada passada. Entre tanta gente, dois destaques: O meia e atacante Mihai Dina, revelado no FC Universitatea Craiova, veio do Aris Limassol, do Chipre. E o goleiro Florin Matache, que veio do Râmnicu Vâlcea após ter feito uma boa campanha na Liga II no ano passado pelo clube da Oltênia.
Dois brasileiros são novidade na equipe: o volante Olberdam chega do Mogi Mirim, e o meia Fernando Boldrin, que estava no Velo Clube, de Rio Claro-SP.

E para tanta gente ter chegado em Chiajna, muitos tiveram que sair. 15 jogadores não estão mais no elenco. Com toda esta reformulação, é difícil cravar algum palpite, mas os reforços, com a exceção de Dina, não têm muita badalação ou reconhecimento como jogadores diferenciados. A troca dos 15 pelos 20 pode ter sido de seis por meia dúzia, e o time já perdeu para o Astra na primeira rodada da competição em casa por 2×0, com o técnico Marius Sumudica dando vexame ao agredir um repórter. A não ser que as contratações se entrosem rapidamente e que os jogadores se superem, vai ser quase impossível sair do Z-6

Quem chegou:

Goleiros:
Florin Matache – Râmnicu Vâlcea
Teodor Mieila – volta de empréstimo do Berceni
Zagueiros:
Vasile Maftei – CFR Cluj
Matej Bagaric (Croácia) – Slaven Belupo-CRO
Hristijan Dragarski (Macedônia) – Pelister Bitola-MAC
Ricardo Alves (Portugal) – Marítimo-POR
Laterais-direitos:
Alexandar Dyulgerov (Bulgária) – Slavia Sofia-BUL
Stevan Reljic (Montenegro) – Vardar Skopje-MAC
Meio-campistas:
Olberdam (Brasil) – Mogi Mirim
Liviu Bajenaru – Otelul Galati
Alexandru Stan – Berceni
Fernando Boldrin (Brasil) – Velo Clube
Mario Brlecic (Croácia) – Zavrc-SVN
Silviu Pana – volta de empréstimo do Sageata Navodari
Radu Ciupitu – volta de empréstimo do Cernica
Andrei Damian  – volta de empréstimo do Fortuna Brazi
Atacantes:
Mihai Dina – Aris Limassol-CHP
Filip Timov (Macedônia) – Aris Limassol-CHP

Quem saiu:

Goleiro:
Alberto Cobrea – Petrolul Ploiesti
Zagueiros:
Cristian Melinte – dispensado
Mihai Leca – dispensado
Marius Ionita – volta de empréstimo ao Dinamo Bucareste
Laterais-direitos:
Valentin Cretu – Gaz Metan Medias
Valentin Dima – dispensado
Lateral-esquerdo:
Narcisse Bambara (Burkina Faso) – dispensado
Meio-campistas:
Manolis Papasterianos (Grécia) – Skoda Xanthi-GRE
Sorin Ispir – Academica Arges
Marian Neagu – dispensado
Valentin Cosereanu – dispensado
Sorin Stratila – volta de empréstimo ao Dinamo Bucareste
Atacantes:
Gomo Unduku (Nigéria) – dispensado
Alin Zaharia – Voluntari
Liviu Ganea – voltou de empréstimo ao CFR Cluj e foi emprestado para o Brasov

Palpite d’O Craiovano: candidato ao rebaixamento

Chiajna formação.fw
O Concordia está todo reformulado. Contra o Astra na primeira rodada, apenas Ramniceanu, Stan, Serediuc, Florea e Bajenaru estavam no elenco de 2013-14. Sem um lateral-direito, Sumudica apena para um 3-6-1 sem cobertura para o seu trio de zaga que acaba de chegar ao clube e não tem cobertura pelos lados, já que nem Stan nem Serediuc têm a marcação como pontos fortes.

 

Stema_ConcordiaClubul Sportiv Concordia Chiajna

Fundação: 1957
Site:
csconcordia.ro
Estádio: Estádio Concordia (5.123)
Patrocinador: CH-Center e Alexandrion
Material esportivo: Masita
Presidente: Mircea Minea (Também proprietário)
Técnico: Marius Sumudica
Títulos: –
Classificação Liga I 2013-14: 14º

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s