Facut in Brazilia: Jean Chera conta sua curta história em Craiova e afirma estar perto do Rapid

Chera deve continuar no futebol romeno (foto: Douglas Aby Saber - Fotoarena)
Chera deve continuar no futebol romeno (foto: Douglas Aby Saber – Fotoarena)

Jean Chera ficou apenas alguns dias no CS Universitatea Craiova, mas não pretende sair do futebol romeno. O meia de 19 anos, que sempre foi tido como uma grande promessa no Santos, está muito próximo de um acordo com o Rapid Bucareste. O clube vai disputar a Liga I nesta temporada e será o primeiro adversário da equipe de Craiova na Copa da Liga Romena.

Em entrevista exclusiva a’O Craiovano, Chera diz se refugiar da pressão que sofre no Brasil e está em Bucareste há menos de uma semana, aguardando a finalização das negociações com um dos clubes mais tradicionais do país. Ele desmente as histórias que circulavam na Romênia de que estava lesionado na pré-temporada na Eslovênia, e explica os motivos de sua saída do CSU, que difere da versão do clube, que alegou uma dispensa feita pelo técnico Ionel Gane.

O Craiovano –  O CS Universitatea Craiova tinha fortes conflitos no ano passado com o FC Universitatea Craiova. São dois clubes que brigam pela mesma história, um caso complexo. O que você sabia sobre o CS U Craiova quando chegou?
Jean Chera – Sinceramente, não conhecida nada do clube, após o contato com meu representante comecei a pesquisar pela internet e fiquei sabendo um pouco.

O Craiovano – Você, no Instagram, confundiu o CSU com o FCU. É um erro normal para quem é de fora e não conhece os clubes, a própria imprensa brasileira se confundiu. O pessoal do CSU percebeu a gafe?
JC – Como te falei, não conhecia nada sobre o clube (risos). Mas ninguém me disse nada por lá não…

O Craiovano – Você não disputou o amistoso de pré-temporada contra o Vardar Skopje. É verdade que estava lesionado, como falou a imprensa de Craiova?
JC – Nunca estive lesionsado, não disputei porque estavam com esses problemas contratuais, tanto que um ou dois dias depois não se acertaram e retornei a Bucareste pra dar inicio as negociações com o Rapid.

O Craiovano – Como você chegou ao clube? Houve um contato do clube ou a ideia partiu de seus representantes?
JC – O clube entrou em contato com um empresário romeno que é muito amigo do meu empresário no Brasil. Aí houve a recomendação para que eu fosse contratado.

O Craiovano – O clube alega que você foi dispensado pelo técnico Ionel Gane. Subentende-se que seja porque você não agradou à comissão técnica nos treinos. Há um motivo mais concreto para você ter saído de forma tão precoce?
JC – Estávamos na pré-temporada, e meu empresário estava em Craiova terminando de resolver detalhes do contrato pra enviarem tudo pra Eslovênia pra podermos finalizar o negócio. Infelizmente não chegaram a acordo nenhum sobre as porcentagens de uma futura venda no final da temporada.

O Craiovano – Você acertou com o Rapid Bucareste? Como está o processo no clube?
JC – Estamos finalizando o negócio, mas posso te garantir que já está fechado. Estou há quatro dias em Bucareste, já passei pelos exames médicos e está tudo OK.

O Craiovano – É um contrato de categorias de base ou profissional?
JC –
É um contrato profissional.

O Craiovano – Muitos põem a culpa em seu pai por não ter gerenciado bem sua carreira, e que por isso você ainda não deslanchou. Ele ainda está com você nas negociações ou existem outros representantes? Até onde é justo falar na culpa dele?
JC – Todos nós temos um pouco de culpa, mas acredito que na minha saída do Santos ele se precipitou um pouco. Hoje, quem gerencia minha carreira é o Thiago Taveira, um grande amigo lá de Santos. Acabamos fechando uma parceira no começo deste ano.

O Craiovano – Você espera se firmar no Rapid, fazer uma boa temporada e criar raízes no clube ou tem a expectativa de alçar voos mais altos num futuro próximo? O que falta para finalmente fazer sua estreia como profissional?
JC – Cara, o principal motivo de eu vir pra Romênia e pra Europa foi sair um pouco do Brasil, tirar um pouco essa pressão que sempre colocavam em cima de mim aí. Aqui estou conseguindo trabalhar sossegado, e com paciência as coisas vão voltar a andar pro caminho certo. Eu quero primeiramente fazer uma temporada boa aqui, pra depois pensar no que fazer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s