Com gol impedido no último minuto, Astra Giurgiu vai à final da Copa da Romênia pela primeira vez (foto: Alex Nicodim/Gazeta Sporturilor)
Com gol impedido no último minuto, Astra Giurgiu vai à final da Copa da Romênia pela primeira vez (foto: Alex Nicodim/Gazeta Sporturilor)

O Astra Giurgiu eliminou o Petrolul Ploiesti e está classificado para a final da Copa da Romênia, após uma virada aos 48 minutos com um gol do zagueiro Paul Papp em posição irregular. É a primeira final de Copa em que o clube participa. Jogando em casa, a equipe de Giurgiu precisava da vitória para se classificar, após o empate em Ploiesti por 0x0.

O placar foi aberto pelos visitantes aos 21 do primeiro tempo. O uruguaio Albin cobrou uma falta de muito longe, a bola foi cheia de veneno e bateu no travessão da meta defendida por Silviu Lung Jr. Na sequência, o centroavante nigeriano Toto Tamuz cabeceou, sem chances para o ex-goleiro do FC Universitatea Craiova. O Astra tentou responder em uma jogada brasileira. William de Amorim recebeu na ponta esquerda, partiu pra cima da marcação, recuou e tocou para Júnior Morais. Da entrada da área, o lateral esquerdo pegou na orelha da bola, que por pouco não acabou dentro do gol aos 24 minutos.

Aos 31 minutos, mais Astra no ataque. O francês Karim mestre Yoda fez boa jogada pelo meio, tabelou com o português Yazalde, mas quando tentou o domínio, a zaga o atrapalhou e a finalização saiu errada, sem perigo para o goleiro brasileiro Peterson Peçanha. A blitz do Astra continuou. Três minutos depois, um lance polêmico. Yazalde recebeu em profundidade, e dentro da área, caiu com o lateral-esquerdo do Petrolul, o brasileiro Guilherme Sityá (2’46 no vídeo abaixo). O Astra pediu pênalti, mas o árbitro Pavel Balaj deixou o jogo seguir.

Yoda desperdiça chance contra Peçanha. Goleiro do Petrolul fez de tudo para evitar a virada (foto: Alex Nicodim/Gazeta Sporturilor)
Yoda desperdiça chance contra Peçanha. Goleiro do Petrolul fez de tudo para evitar a virada (foto: Alex Nicodim/Gazeta Sporturilor)

A primeira etapa acabou com vantagem dos visitantes. O Petrolul vencia a partida, e o Astra precisaria fazer pelo menos dois gols no segundo tempo para chegar à final, já que o empate classificaria o Petrolul devido ao gol qualificado. E logo aos seis minutos, veio o empate com Constantin Budescu. O meia recebeu bela bola em profundidade de Yoda após uma jogada trabalhada e completou de primeira, marcando seu quarto gol na Copa da Romênia e se consagrando como o artilheiro do Astra. Peçanha parou para pedir impedimento, mas a jogada foi legal. Após ter marcado o gol, Budescu não quis comemorar, porque foi o primeiro gol contra a equipe que o revelou. O jogador foi revelado no Petrolul Ploiesti e jogou profissionalmente no clube de 2007 a 2010, disputando mais de 150 partidas com os Lobos Amarelos.

Só deu Astra. Aos nove minutos, o japonês Takayuki arranjou espaço de fora da área e bateu forte no canto, obrigando Peçanha a fazer uma boa defesa. O Petrolul recuou e começou a esperar o final do jogo. Peçanha passou a trabalhar mais, fazendo grandes defesas e evitando a virada do Astra.

Aos quarenta minutos, o atacante do Petrolul, Vlad Morar, foi expulso cinco minutos depois de ter substituído Albin, recebendo o segundo cartão amarelo após falta dura em Enache, que substituiu Yazalde. Os visitantes já quase comemoravam a classificação, quando aos 48 minutos, Júnior Morais recebe na entrada da área e arrisca. A bola desvia na zaga do Petrolul e sobra para o zagueiro Paul Papp tocar de cabeça e eliminar a equipe do técnico Raul Lucescu no último minuto.

Amanhã, o Dinamo precisará vencer o Steaua na Arena Nacional de Bucareste por 3×0 ou 4×1 para poder enfrentar o Astra em uma final inédita da Copa da Romênia.

Astra Giurgiu 2×1 Petrolul Ploiesti Estádio Marin Anastasovici, Giurgiu, Distrito de Prahova, Muntênia

Astra Giurgiu: Lung Jr; Măţel, Papp, Găman, Júnior Morais; Takayuki, Yahaya,Yoda (Ivanovski 41′-2ºt), Budescu, William de Amorim (Denis Alibec 22′-2ºt); Yazalde (Enache 32′-2ºt).
Técnico: Marius Şumudică

Petrolul Ploiesti: Peçanha; Achim, Geraldo, Hoban, Guiherme Sityá; Alcenat, De Lucas, Walter, Albin (Morar 35′-2ºt), Teixeira; Tamuz (Camara 27′-2ºt)
Técnico: Răzvan Lucescu

Gols:
Astra Giurgiu: Constantin Budescu (6′-2ºt) e Paul Papp (48′-2ºt)
Petrolul Ploiesti: Toto Tamuz (21′-2ºt)

Trio de arbitragem: Pavel Cristian Balaj (Baia Mare), auxiliado por Adrian Radu Ghinguleac (Bucareste) e Vasile Marinescu (Bucareste)

Confira os melhores momentos da partida nas imagens da ProTV:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s