Maior zagueiro da história do Universitatea Craiova completaria 63 anos hoje

costica-stefanescu-bun

Se Costica Stefanescu ainda estivesse vivo, completaria 63 anos hoje, 26 de março. Ele é considerado um dos maiores nomes da história do Universitatea Craiova e do futebol romeno. O zagueiro, apelidado de “Ministro da Defesa”, era técnico, habilidoso, e com qualidades defensivas suficientes para fazer jus ao apelido conquistado na maior geração da história do futebol da Oltênia, a Craiova Maxima.

Nascido em Bucareste em 26 de março de 1951 e revelado ao futebol com 18 anos, em 1969, no Steaua (clube do exército romeno e apoiado pelo ditador Nicolae Ceausescu), Stefanescu se transferiu para o Universitatea Craiova em 1973. Lá, junto com Ilie Balaci, Ion Oblemenco e outros jogadores lendários do futebol romeno, participou de várias das maiores conquistas da história do clube. Os campeonatos romenos de 1973-74 (o primeiro do clube), 1979-80 e 1980-81, além das Copas da Romênia de 1976-77 (a primeira do clube), 1977-78, 1980-81, e 1982-83 foram conquistados com Costica Stefanescu no elenco do Universitatea Craiova. Na época de Steaua, ele venceu três Copas da Romênia (1968-69, 1969-70, e 1970-71).

O Ministro da Defesa foi o capitão do primeiro time romeno a jogar as semi-finais da Copa da UEFA, em 1982-83, e do primeiro time romeno a participar das quartas-de-final da Champions League, em 1981-82. Stefanescu também esteve na primeira seleção romena a disputar uma Eurocopa, em 1984. De 20 jogadores convocados, 8 eram do Universitatea Craiova. Foram 66 partidas da seleção romena em que Stefanescu esteve presente, sempre quando defendia as cores dos Stiinta.

Encerrou a carreira no Brasov, em 1988. Mas desde 1986, já era o treinador da equipe. Foi técnico no oriente médio e em equipes tradicionais do futebol romeno, como Steaua, Politehnica Timisoara, Astra Ploiesti (hoje Astra Giurgiu), CSM Resita, e o Universitatea Craiova, em 2006. Também foi auxiliar técnico da seleção romena entre 1994 e 1998.

Costica Stefanescu passou os últimos dias de sua vida passando por um doloroso tratamento contra um câncer de pulmão. Em 20 de agosto de 2013, o Ministro da Defesa decidiu interromper seu sofrimento, e se jogou da janela do quinto andar do Hospital Militar de Bucareste. Morreu aos 62 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s