Candidato à presidência da FRF, Popescu é condenado a prisão

Popescu era o favorito para a presidência da FRF (foto: George Calin/Mediafax)
Popescu era o favorito para a presidência da FRF (foto: George Calin/Mediafax)

O ex- zagueiro de Barcelona, PSV e Galatasaray,  Gheorghe Popescu, foi condenado hoje, às vésperas das eleições da FRF, a três anos e um mês de prisão por envolvimento no que é chamado de ” O Caso das Transferências” na Romênia. Acusado de fraudes fiscais e lavagem de dinheiro, Popescu participou das transferências de 12 jogadores entre 1999 e 2005, declarando valores menores do que os reais das negociações. Agora ex-candidato à presidência da FRF, Popescu foi revelado no Universitatea Craiova em 1984 4 foi jogador dos Stiinta até 1990, além de ter sido capitão do Barcelona e de ter jogado as Copas do Mundo de 90, 94 e 98.

Segundo o Stiri de Sport, os promotores do Diretório Nacional Anticorrupção (DNA) da Romênia identificaram perdas de um milhão de Euros em impostos e um prejuízo que chega aos 10 milhões de Euros aos clubes que tiveram as transferências inteferidas pelos condenados. Gheorghe Popescu terá uma quantia equivalente a quase um milhão de Euros confiscada pelo Estado Romeno.

Além de Popescu, mais sete dirigentes e empresários foram condenados a prisão e terão dinheiro e bens confiscados:

-George Copos, 60 anos (ex-senador e proprietário do Rapid Bucareste): 3 anos e 8 meses de prisão
-Mihai Stoica, 48 anos (gerente do Steaua Bucareste): 3 anos e 6 meses de prisão
-Cristi Borcea, 44 anos (ex-presidente-executivo do Dinamo Bucareste): 6 anos e 4 meses de prisão
-Ioan Becali, 61 anos (empresário de jogadores): 6 anos e 4 meses de prisão
-Victor Becali, 52 anos (empresário de jogadores): 4 anos e 8 meses de prisão
-Gigi Nețoiu, 55 anos (ex-acionista do Dinamo Bucareste e do FC Universitatea Craiova): 3 anos e quatro meses de prisão
-Jean Pădureanu, 77 anos (ex-jogador do FC Universitatea Craiova e do Gloria Bistrita, ex-presidente do Gloria Bistrita): 3 anos e 4 meses de prisão.

Padureanu, Copos e Ioan Becali poderão ter penas reduzidas pela metade por terem passado dos 60 anos. Ioan Becali é irmão de Victor Becali, e os dois são primos do proprietário do Steaua Bucareste, George Becali, que está preso por corrupção e lavagem de dinheiro.

As eleições da FRF pós-prisões
A FRF teria eleições amanhã, 5 de março. O favorito à presidência, Gheorghe Popescu, deve ser substituído por Lucian Avram (presidente da Comissão de Árbitros da Romênia. Outros candidatos Gheorghe Chivorchian (presidente do Ceahlaul), que junto com Avram, tem a mesma política que o atual presidente Mircea Sandu (um dos responsáveis pela desfiliação do FC U Craiova em 2011).  Razvan Burleanu (voto declarado do FC Universitatea Craiova), Marcel Puscas (ex-jogador do Bihor Oradea) e Sorin Raducanu (ex-jogador do Dinamo e do Sportul Studentesc).

Todos os dirigentes máximos dos clubes romenos votam. Se 2/3 dos eleitores votarem, a eleição é legitimada. Caso contrário, as eleições serão adiadas, dando tempo suficiente para Sandu, Avram e Chivorchian reorganizarem seu grupo após a perda de Popescu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s