Eleições à presidência da FRF podem mudar o rumo de Craiova

Popescu pode virar o placar da "Guerra Civil de Craiova" (foto: GSP.ro)
Popescu pode virar o placar da “Guerra Civil de Craiova” (foto: GSP.ro)

Gheorghe Popescu, um dos maiores jogadores da história da Romênia, foi a Craiova ontem para se reunir com diversos clubes da Oltênia e lançar os seus planos caso seja eleito o novo presidente da FRF, após a apuração das eleições marcadas para o dia 5 de março.  Ao final da reunião Popescu elogiou o proprietário do Universitatea Craiova, Adrian Mititelu: “Mititelu falou bastante, e tinha muitas ideias boas. O melhor para Craiova é que as duas equipes se unam e fiquem mais fortes”.

As especulações em Craiova são que, caso Popescu vença, o praticamente morto Universitatea Craiova ganhe um fôlego.  E que, provavelmente, o CSU seja golpeado. Ao menos é o que os torcedores esperam, como diz Adrian Cornel Vladut, um dos autores do blog Pentru Stiinta. “Algumas pessoas acham que ele ajudaria o clube mais do que os outros ajudariam. Especialmente porque ele foi para o Dinamo em 2003, quando o Universitatea estava sendo reformulado depois dos estragos de [Gigi] Netoiu, e os torcedores o odiaram por ele não ter vindo nos ajudar. Se ele ajudar agora, talvez se redima deste ‘erro'”

A segunda instância do julgamento de Mircea Sandu e Dumitru Dragomir sobre a desfiliação do Universitatea Craiova, e que poderia definir um valor de indenização para Adrian Mititelu, foi adiada mais uma vez, agora para 19 de fevereiro. Depois da reunião dos credores que muito provavelmente decretará a falência do clube, e consequentemente, seu “segundo fim”.

Caso o Universitatea Craiova acabe mais uma vez, o clube não será retirado da tabela. Continuará com 22 pontos e, a cada jogo até o final da temporada, será registrado o placar de 3×0 por WO para o adversário.

Gheorghe Popescu foi dos maiores jogadores da história da Romênia. O zagueiro foi revelado no Universitatea Craiova eficou nos Stiinta de 1985 a 1990, tendo sido emprestado ao Steaua Bucareste em 88. Passou por PSV, Tottenham, Barcelona, Galatasaray, Lecce e Dinamo Bucareste, até encerrar a carreira no Hannover, em 2003, com  Fez 115 partidas pela seleção e marcou 16 gols.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s