Quem é quem no Universitatea Craiova

Quem passa o olho pel’O Craiovano pode notar que existem nomes que sempre são repetidos nas postagens sobre o time dentro do campo, sem saber ao certo quem são as pessoas. E é difícil se interessar por um tema tão distante, com um clube desconhecido no Brasil e com jogadores mais desconhecidos ainda. O Craiovano decidiu, então, fazer um comparativo com os atletas que atuam no Brasil. Os critérios usados foram o estilo de jogo de cada jogador – de acordo com o que vimos e o que tem sido falado pelos torcedores e pela mídia romena – e a importância destes jogadores nos elencos no ano até agora. Conheça melhor quatro jogadores do Craiova.

Claudiu Balan: Criado nas categorias de base do Universitatea Craiova junto com outros jovens como Robert Cale e Ionut Mirzeanu, o jogador de 19 anos começou no banco contra o Bals, na primeira partida dele como profissional e do clube após a exclusão da FRF. Fez o primeiro gol do Craiova depois de 2011 e, nas devidas proporções, o agora Neymar dos Stiinta foi aprovado com louvor pelo técnico Nicolo Napoli e pela torcida. Foi titular nos três jogos seguintes. Contra o Minerul Motru em Severin, sofreu o pênalti cobrado por Stoianof para abrir o placar e fez a jogada do segundo gol, deixando o mesmo Stoianof na cara do gol num lançamento em profundidade. O centroavante rolou na saída do goleiro para Goge marcar.

Em 4 jogos como profissional, Balan já é uma peça fundamental no ataque que Napoli criou. Já apresentou bom passe, drible, e de fora da área soube chutar muito bem. Não é 0,1% de Neymar, mas é exatamente o que o Universitatea Craiova precisa neste momento: uma perspectiva de presente e de futuro. Não à toa foi escolhido como o garoto-propaganda no site oficial do clube, quando foi anunciado o uniforme da Nike para a temporada 2013-14.

Cornel Frasineanu: Veteraníssimo, o lateral-esquerdo de 36 anos (37 na semana que vem), passou pelo Craiova já nas fases decadentes do clube. Começou a carreira profissional nos Stiinta, em 1994-95, mas jogou pouco.  Retornou em 1996 e jogou até 2000, mas voltou para jogar a temporada 2001-02, depois de rápidas passagens pelo Rapid Bucareste e pelo minúsculo Hapoel Tzafririm Holon, de Israel.  São mais de 100 jogos pelo Universitatea Craiova, o Léo alvi-azul hoje é uma das lideranças do clube com Robert Saceanu. Ao contrário do seu “equivalente” no Brasil, Cornel ainda parece estar em boa fase e é o cobrador de faltas da equipe. Marcou um dos gols na vitória contra o Bals em cobrança de falta.

Dorel Stoica: Único jogador do elenco atual que já jogou pela seleção principal da Romênia. Podendo jogar de zagueiro ou volante, tem uma boa cobrança de falta e chuta muito bem de fora da área, sendo mais técnico do que as suas posições exigem. Era o capitão original da equipe, mas saiu da concentração após jogar contra o Bals, alegando problemas familiares e lesões. A questão ficou mal explicada e muito se especulou sobre uma possível saída para o rival CS Universitatea Craiova, onde a sua namorada Carmem Amariei foi nomeada chefe de futebol do clube. Stoica confirmou uma lesão no tendão e havia deixado o seu futuro em aberto caso o clube não fosse confirmado na segunda divisão. Com a confirmação,  negou as especulações há duas semanas ao Gazeta Sporturilor.

Ídolo do clube, Stoica chegou aos Campeões de Um Grande Amor só em 2005, aos 27 anos, após passagens por clubes pequenos do país. Ficou de 2005 a 2010, quando teve passagens meteóricas por Al-Ettifaq, da Arábia Saudita, e pelo Steaua. Retornou aos Stiinta no mesmo ano, onde ficou até a exclusão do clube em 2011. Até agora o jogador de 34 anos tem 134 jogos e 12 gols pelo Universitatea Craiova. Tirando as especulações com o rival, a imagem de Dorel Stoica no clube poderia ser comparada à de Alex no Coritiba.

Robert Saceanu: O volante e meia-direita de 30 anos chegou aos Stiinta em 2005, aos 22 anos. Lá ficou até 2008, com 77 jogos pelo clube e 8 gols marcados. Passou por clubes médios e pequenos do país até retornar ao clube em que teve sua melhor fase. Cinco anos depois, o Wendel de Craiova substitui o afastado Stoica como capitão e é uma das principais figuras do time no desarme e na saída de jogo. Ele é um coringa nas formações de Nicolo Napoli e chama a responsabilidade quando Frasineanu e Stoica não estão. Marcou o primeiro gol na vitória por 2×1 contra o Minerul Motru, de pênalti, mas foi expulso no último minuto do mesmo jogo.

Anúncios

2 comentários em “Quem é quem no Universitatea Craiova

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s